Auth0 lança ferramenta que substitui senhas tradicionais por biometria

Auth0 lança ferramenta que substitui senhas tradicionais por biometria
Curso Código Milinário


Em um momento em que cresce o número de aplicativos e soluções online que exigem a configuração de senhas próprias, também crescem os riscos associados. Um relatório da operadora Verizon mostra 84% das violações de dados são resultados do uso repetido de combinação em diferentes locais, o que reforça as descobertas de uma pesquisa da IBM Security que mostra que consumidores preferem agir de forma conveniente quando se trata de segurança.

Ciente desse comportamento, a Auth0 anunciou o lançamento do Auth0 WebAuthn Passwordless, recurso que troca as combinações tradicionais por identificadores biométricos. Com ele, se torna possível usar impressões digitais ou a reconhecimento facial para fazer login em diferentes serviços — o que garante a agilidade e a segurança do processo.

Imagem: Divulgação/Auth0

Segundo a Auth0, a autenticação sem combinações textuais também garante uma economia de custos a empresas, que eliminam a necessidade de manter suportes dedicados ao gerenciamento de diversas senhas. “Um futuro sem senha está sendo impulsionado em grande parte por duas forças principais — segurança e conveniência. As empresas desejam proteger as vulnerabilidades inerentes às senhas e também desejam oferecer a seus usuários uma melhor experiência digital”, explica Shiv Ramji, diretor de produtos da companhia.

O Auth0 WebAuthn Passwodless permite realizar autenticações baseadas no padrão WebAuthn, adotado oficialmente pela organização de padronização da web W3C e usado pela aliança internacional para identificação online segura FIDO, como forma de entrada em primeiro fator. Além de eliminar senhas, a tecnologia também dispensa que usuários insiram credenciais por escrito ao aplicar um identificador biométrico como o Face ID da Apple ou a digitalização de suas impressões digitais via dispositivo móvel ou laptop.

Outra vantagem do novo método é permitir que usuários finais registrem progressivamente os dispositivos à medida em que eles são usados, sem a necessidade de um portal centralizado. A autenticação sem senha é uma tendência que ganha cada vez mais força, trazendo como principal vantagem o uso de características difíceis de imitar como parâmetros de segurança. No entanto, ainda há alguns obstáculos para que ela ganhe espaço, como o fato de que muitos aparelhos de baixo custo ainda não oferecem soluções biométricas eficientes.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.



Fonte da Notícia