BlackRock, maior gerente de ativos do mundo, tem negociado bitcoin escondida

BlackRock, maior gerente de ativos do mundo, tem negociado bitcoin escondida
Curso Código Milinário

Nos documento de janeiro enviados à SEC, a empresa de investimento BlackRock indicou que poderia adicionar futuros de Bitcoin a seus fundos no futuro. Acontece que ela já negocia.

Em novos documentos da SEC de quarta-feira (31), a BlackRock Global Allocation Fund indicou que detinha 37 contratos futuros da Chicago Mercantile Exchange no valor de quase US$ 360.458. O valor representava 0,0014% dos ativos totais do fundo. Os contratos venceram em 26 de março.

Com quase US$ 9 trilhões em ativos sob gestão, a BlackRock é a maior empresa de gestão de investimentos do mundo, à frente da Vanguard, UBS, Fidelity, JPMorgan Chase e BNY Mellon.

A Fidelity apresentou na semana passada a papelada para um ETF de Bitcoin, o BNY Mellon comentou em fevereiro que acrescentaria serviços de custódia de Bitcoin e o JPMorgan Chase está criando uma cesta de criptomoedas para que os investidores possam comprar ações de empresas expostas ao Bitcoin.

Bitcoin não é a mesma coisa que contrato futuro. O último é apenas uma aposta no preço do primeiro sem a necessidade de compra efetiva. Na verdade, os contratos futuros do CME são liquidados em dinheiro, não em tokens. Mas, com a empresa também anunciando em dezembro que estava procurando um vice-presidente de Blockchain com experiência em avaliação de ativos digitais, compras reais de Bitcoin poderiam estar na mira da BlackRock.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co







Fonte da Notícia