E3 2021 | 5 anúncios que gostaríamos de ver este ano


A graça da E3 não está apenas nos jogos que são anunciados. Boa parte da diversão com a feira começa antes do evento com a especulação do que pode ou não aparecer, com os rumores que surgem de todos os cantos e com aquela nossa esperança de anúncios que a gente sabe que não vão acontecer. Afinal, sonhar é de graça e nunca se sabe quando seremos surpreendidos, não é mesmo?

E faltando apenas alguns dias para o início da E3 2021, todos nós temos uma lista de revelações que gostaríamos de ver aparecendo em cada uma das conferências. E, às vezes, esse impossível acaba se tornando real — lembra quando Final Fantasy VII Remake deixou de ser uma promessa de décadas para virar um jogo de verdade? Por isso, a cada E3, a gente se municia de mais fantasias do tipo, seja para brincar de faz de conta ou para se frustrar a cada conferência.

Assim, aproveitando o hype do evento, listamos alguns jogos que gostaríamos de ver na E3 2021. Aproveite e conte nos comentários quais jogos você também gostaria de ver anunciados.

5. Grand Theft Auto VI

A gente sabe que as chances de termos um novo GTA sendo mostrado nesta E3 beiram o impossível, mas já passou da hora de a Rockstar trazer um novo capítulo para a sua série de sucesso. Pode até não parecer, mas GTA 5 foi lançado em 2013 ainda para PlayStation 3 e Xbox 360,e desde então segue sendo recauchutado.

A gente gosta muito desses personagens, mas já está na hora de apresentar novos protagonistas (Imagem: Divulgação/Rockstar)

Isso significa, na prática, que passamos por uma geração inteira sem um GTA inédito — e é bem provável que vamos ter que esperar um pouco mais para ver algo inédito aí, já que a Rockstar confirmou que vai trazer o quinto jogo também para o PlayStation 5 e Xbox Series X e S. A explicação para isso é óbvia: GTA Online ainda é um sucesso e rende muito dinheiro para a empresa. Por que largar agora, certo?

Pois um GTA 6 pode não só aproveitar de verdade o potencial da nova geração como ampliar essa parcela do Online. Aceitamos até mais um clone de Fortnite se isso significar um novo jogo.

4. Dino Crisis Remake

A Capcom está em um ótimo momento com Resident Evil. Além do sucesso de RE7: Biohazard e Village, o estúdio trouxe os clássicos Resident Evil 2 e Resident Evil 3 de volta em grande estilo e acertou em cheio a nostalgia dos fãs. Seguindo essa lógica, um remake do primeiro Dino Crisis usando o mesmo motor gráfico não só seria a sequência lógica desse movimento como também a chance ideal de revitalizar a série.

Zumbis são legais, mas você já fugiu de um dinossauro antes? (Imagem: Reprodução/Capcom)

Primeiro porque o Dino Crisis original já era praticamente um Resident Evil com dinossauros, então reaproveitar a tecnologia usada nos remakes para trazer os lagartões para os consoles atuais é uma bola que está quicando à espera da Capcom cortar. Os fãs, aliás, já pedem isso há tempos.

Além disso, há o fato de que estamos há uns 10 anos vivendo apenas de zumbis nos videogames. Além de Resident Evil, um sem número de franquias decidiu apostar em mortos-vivos e o gênero já deu uma saturada. E vamos combinar que dinossauros são muito mais assustadores que zumbis, afinal são lagartos gigantes correndo atrás de vocês e não um cadáver em decomposição.

3. Dead Space

Mas já que a indústria não vai largar o osso de mortos-vivos tão cedo, que canalizem essa insistência em um bom jogo e tragam Dead Space de volta. A Electronic Arts praticamente enterrou a franquia com Dead Space 3 e todas as suas microtransações, mas estamos aqui para sonhar e isso ela ainda não monetizou. Então vermos um novo game seria uma oportunidade e tanto de redenção.

Dead Space foi muito maltratado pela EA, mas merece uma nova chance (Imagem: Divulgação/Electronic Arts)

E não seria preciso muito para isso, bastando retornar às origens. Esqueça o modo multiplayer e a lojinha de armas e munições. Tudo o que um Dead Space precisa é de uma nave à deriva no espaço com uns aliens putrefatos tentando te matar. É só caprichar na iluminação e nos cenários claustrofóbicos e o jogo está pronto.

2. Bloodborne 2

Ok, a Sony nem mesmo vai estar na E3 2021, mas os jogos que eu citei anteriormente também não, então me dou ao direito de esperar por um Bloodborne 2 que nunca vai vir — ainda mais porque a From Software parece estar presa para sempre no desenvolvimento de Elden Ring.

Bloodborne segue sendo um jogo maravilhoso até hoje (Imagem: Divulgação/From Software)

E toda essa expectativa porque o primeiro Bloodborne ainda é uma das melhores coisas que saiu na geração passada, seja em termos de jogabilidade ou de conceito. Toda a ideia de misturar terror clássico com elementos lovecraftianos em uma narrativa tão bem desenvolvida é algo que encanta até hoje. Não por acaso, a comunidade do PC clama para que a Sony libere o game para a plataforma.

E mesmo que o gênero Soulslike tenha saturado com tantos jogos seguindo essa fórmula, o exclusivo do PS4 segue sendo uma obra de arte em todos os aspectos. A grande dificuldade seria fazer com que essa sequência fique no mesmo nível do original.

1. Splinter Cell

Para encerrar nossa lista, um jogo que a Ubisoft parece ter jogado no fundo do mar para nunca mais olhar a luz do dia. Splinter Cell é uma franquia que sempre teve um peso muito forte nos games, sendo por muito tempo o jogo da linha Tom Clancy de maior sucesso. No entanto, depois de Blacklist, a empresa decidiu fingir que a série nunca existiu.

Sam Fischer está há 8 anos na geladeira da Ubisoft (Imagem: Reprodução/Ubisoft)

Só para ter uma ideia, a última vez que Splinter Cell apareceu nos consoles foi em 2013. São oito anos sem um jogo novo e uma geração inteira sem o espião. Por isso, seria muito bom ver Sam Fisher voltando à cena nesta E3 2021 em um reboot. Com isso, a Ubisoft poderia deixar de lado a história que já foi construída até aqui e se concentrar em atrair uma nova leva de jogadores que ainda não conhecem o personagem — ainda mais depois do fim da saga Metal Gear.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.







Fonte da Notícia