Ethereum bate novo recorde, litecoin dispara e bitcoin recua 5% nesta terça-feira

O Ethereum continua a sua tendência de alta nesta terça-feira ao valorizar mais 10% nas últimas 24 horas. O crescimento na manhã foi capaz de renovar o recorde de preço do ETH para US$ 3.475. Em reais, o ativo já vale mais de R$ 19 mil, segundo o Índice de Preço do Ethereum (IPE)

À medida que o preço sobe, a capitalização do Ethereum fica cada vez mais perto dos US$ 400 bilhões. Para bater essa marca o valor de mercado precisa crescer só US$ 5 bi.

A Dogecoin também opera em alta de 30% nas últimas 24 horas. A valorização de dois dígitos foi capaz de impulsionar o preço da criptomoeda para uma nova máxima histórica de US$0,49, segundo o CoinMarketCap.

A sua capitalização de mercado também disparou e alcançou US$ 63 bilhões pela primeira vez na história. O número fez a Dogecoin superar a Tether (USDT) e voltar a ser a quinta maior criptomoeda em valor de mercado.

Entre os fatores que ajudam a moeda meme crescer dessa maneira está a sua listagem na eToro, uma das maiores plataformas de negociação do mundo.

Além disso, a comunidade da DOGE também se animou com o anúncio do Oakland Athletics, um dos maiores times de baseball dos Estados Unidos, que seus torcedores poderão comprar ingressos para os jogos com Dogecoin.

Hoje o Litecoin (LTC) também acumula ganhos e é negociado em alta de 11%, a US$ 312. A criptomoeda surpreendeu nesta manhã ao saltar de US$ 283 para US$ 322 no intervalo de 2 horas. Esse foi o maior preço que a Litecoin registrou em quase três semanas.

Bitcoin e XRP em queda

Indo na direção contrária está o bitcoin e a XRP que começam o dia no vermelho. Apesar do preço do BTC permanecer acima de US$ 57 mil nesta segunda, o ativo não teve forças para manter os ganhos no dia seguinte. 

Agora a principal criptomoeda do mercado está em queda de 5%, cotada a US$ 55.600. Em reais, segundo o Índice de Preço do Bitcoin (IPB), o ativo é negociado por R$ 309 mil nas principais corretoras brasileiras.

Já a XRP mostra quedas ainda mais expressivas nas últimas 24 horas. O ativo está valendo US$ 1,45 com um variação negativa de 9% no dia.








Fonte da Notícia