Microsoft bloqueará macros do Office por padrão a partir do final de julho

Microsoft bloqueará macros do Office por padrão a partir do final de julho

A Microsoft confirmou esta semana que em breve começará a bloquear macros do Visual Basic for Applications (VBA) em aplicativos do Office por padrão, após reverter silenciosamente as alterações no início deste mês.

Em uma nova atualização, a gigante da tecnologia disse que bloqueará as macros do Office por padrão a partir de 27 de julho. Acredita-se que a implantação inicial, que começou no início de junho, tenha criado problemas para organizações que usam macros para automatizar processos de rotina, como coletar dados ou executar determinadas tarefas.

Em uma declaração ao site da TechCrunch, a Microsoft disse que pausou o lançamento enquanto “fazia algumas alterações adicionais para melhorar a usabilidade”. Desde então, a empresa atualizou sua documentação com instruções passo a passo para usuários finais e administradores de TI, explicando como o Office determina se deve bloquear ou executar macros, quais versões do Office são afetadas pelas novas regras e como permitir macros VBA e como se preparar para mudanças.

A Microsoft anunciou pela primeira vez planos para desabilitar macros por padrão em fevereiro para impedir que os agentes de ameaças abusem do recurso para entregar malware por meio de anexos de e-mail. “As macros VBA são um método comum usado por agentes maliciosos para obter e implantar malware e ransomware”, disse a empresa. “Como resultado, para ajudar a tornar o Office mais seguro, estamos alterando o comportamento padrão dos aplicativos do Office para bloquear macros em arquivos da Internet.”

QUER RECEBER NOSSOS ARTIGOS PRIMEIRO?

* Campos Obrigatórios

A indústria de segurança cibernética aplaude a medida para bloquear a macro – parecia funcionar até que a Microsoft a reverteu no mês passado. Por exemplo, a ESET observou uma recente campanha de testes do Emotet que sugeria que os agentes de ameaças haviam se afastado dos ataques baseados em macros em resposta às mudanças, substituindo documentos do Microsoft Word por arquivos de atalho como anexos maliciosos.

O recurso de bloqueio de macro da Microsoft começará a ser implementado em breve no Access, Excel, PowerPoint, Visio e Word no Windows. Essa alteração não afeta dispositivos do Office para Mac, Android ou iOS.

No início desta semana, a Microsoft começou a lançar outra atualização de segurança para o Windows 11 para proteger os usuários de ataques de força bruta. O recurso é habilitado por padrão nas versões mais recentes do Windows 11 Insider e os usuários serão bloqueados por 10 minutos se digitarem a senha errada 10 vezes.