Polícia caça bandidos que atacaram trader de bitcoin com spray e roubaram US$ 300 mil em Hong Kong

A polícia de Hong Kong, hoje cidade autônoma da China, está realizando buscas na região do distrito de Kwun Tong atrás de três criminosos que roubaram um trader de bitcoin na tarde da terça-feira (15) no estacionamento de um centro comercial chamado Legend Tower. As informações são do South China Morning Post (SCMP).

De acordo com as investigações, a vítima de 22 anos portava uma mala com cerca de US$ 300 mil na moeda local (dólar de Hong Kong — HK$) quando recebeu um jato de uma substância desconhecida em seus olhos enquanto saia de seu carro, o que permitiu que os bandidos fugissem com o dinheiro.

Segundo relato do jovem à polícia, ele estaria prestes a realizar um transações em bitcoin quando foi atingido pela substância jogada por dois criminosos, enquanto um outro aguardava em um carro branco. À polícia, ele relatou que durante o ato ficou cego temporariamente.

Em seguida, relatou jornal local, a gangue abandonou o veículo e os suspeitos continuaram a fuga a pé em direção à avenida Wai Yip, provavelmente visando o outro lado da cidade. Até a noite de ontem nenhuma prisão havia sido feita.

Ataques a traders em Hong Kong

Em janeiro deste ano, dois casos semelhantes ocorreram também no centro de Hong Kong, onde houve inclusive risco de morte de uma das vítimas. No início daquele mês, um homem de 37 anos teve 15 bitcoins roubados após uma negociação com duas pessoas no centro comercial de North Point. Na época, o valor roubado foi de US$ 400 mil.

Conforme relatado pelas autoridades, a vítima havia marcado pela internet um local para a negociação, mas acabou entrando no carro dos criminosos. Após a vítima ter realizado a transferência, ele foi empurrado para fora do carro.

Duas semanas depois desta ocorrência, quatro homens roubaram cerca de 3,5 milhões de yuans e um iPhone de uma mulher que negociava criptomoedas no andar superior do Wah Kai Center. Segundo relatos do marido da vítima à polícia, os criminosos a ameaçaram com uma faca.

Regulador quer banir ‘pequenos’ traders

Vale lembrar que o Escritório do Tesouro e Serviços Financeiros de Hong Kong (FSTB) já avaliou a possibilidade de banir os investidores de varejo de negociar o Bitcoin (BTC) e outras criptomoedas. No caso, essa modalidade de investimentos ficaria limitada aos investidores profissionais com saldos acima de US$ 1 milhão. A ideia do regulador partiu de uma consulta pública que foi concluída em janeiro deste ano.

Desde então, o governo conversa com empresas e demais atores do setor para colocar as restrições em prática. A justificativa oficial para limitar o acesso do público às criptomoedas é a de coibir os atos de lavagem de dinheiro.







Fonte da Notícia