Quanto está custando para fazer uma transação na rede do Ethereum?


A taxa média para transferir criptomoedas na rede Ethereum (ETH) é de US$ 4,22 na manhã desta quarta-feira (16), segundo o BitinfoCharts. No último final de semana, o valor chegou a cair para US$ 3,11, o menor desde janeiro deste ano.

O preço de transação atual é 93% menor do que o visto no mês passado, quando o ETH registrou as taxas mais caras da história. No dia 12 de maio, por exemplo, era preciso desembolsar US$ 70 para movimentar criptomoeda na blockchain.

O valor da taxa – paga a mineradores – é influenciado pelo tráfego na rede. Quanto mais congestionada ela está, mais caro é o preço para transacionar. Isso ocorre porque a blockchain opera um leilão que altera os valores acordo com a oferta de mineradores e a demanda de usuários por eles.

Nesta manhã, as transações diárias na rede caíram para 1,2 milhão, montante 29% menor que os 1,71 milhão vistos no pico de maio, segundo dados do Etherscan.

Efeito Polygon

Outro fator que desafogou a rede do ETH e levou as taxas para baixo é o uso crescente da plataforma Polygon (MATIC).

A MATIC é uma uma solução de escalonamento de camada para blockchain que, por ser mais barata e mais rápida do que a Ethereum, tem atraído usuários.

As transações diárias na rede pularam de 1,5 milhão no início de maio para 7,4 milhões na manhã desta quarta-feira, de acordo com dados do Polygonscam.

Mineradores lucram menos

O cenário é positivo para quem quer vender ou comprar Ethereum, mas não tanto para os mineradores de ETH.

No mês passado, por causa do alto tráfego na rede, eles chegaram a faturar US$ 77 milhões em um único dia.

Na terça-feira (15), no entanto, o rendimento não passou de US$ 30 milhões, segundo dados do The Block. Foi o menor valor desde janeiro deste ano.







Fonte da Notícia