Sebrae alerta sobre golpes via e-mail e SMS que utilizam seu nome

Sebrae alerta sobre golpes via e-mail e SMS que utilizam seu nome
Curso Código Milinário


O Sebrae, empresa especializada em auxiliar os pequenos e médios empreendedores, está emitindo alertas avisando a população brasileira de possíveis golpes em nome da companhia, que podem ser enviados via e-mail, SMS, WhatsApp ou redes sociais para os alvos em potencial. Normalmente, os fraudadores tem como objetivo nessas situações obter ganhos financeiros ou dados pessoais das vítimas.

Segundo o Sebrae, golpes se passando pela empresa e oferecendo empregos vem sido recebidos por diversas pessoas. Além de afirmar que nunca enviam oportunidades de trabalho via e-mail, SMS ou WhatsApp, a empresa também alerta para o perigo desses golpes, que podem levar ao roubo de dinheiro ou de dados sensíveis.

Sebrae alerta sobre os golpes. (Imagem: Divulgação/Sebrae)

Outros golpes ainda podem tentar enganar empresários com promessas de auxílios monetários para ajudar no crescimento do negócio, mas na verdade só são formas de engenharia social usado pelos criminosos para enganar as vítimas.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Para melhor proteção e ciência dessas fraudes, listamos abaixo detalhes de alguns dos principais golpes envolvendo o nome do Sebrae. Confira:

Golpe da contratação via WhatsApp ou SMS

Golpistas se passando por funcionários do Sebrae enviam mensagens por WhatsApp ou SMS oferecendo empregos na empresa. No texto, os criminosos também colocam um link falso, que se acessado pode levar a sites que comprometem informações e dados pessoais da vítima.

É importante estar atento, já que os processos seletivos para contratação de colaboradores do Sebrae são públicos, e a empresa nunca realiza contatos via e-mail, SMS, redes sociais ou WhatsApp para oferecer empregos.

Frisamos também que este método não é feito somente com o nome do Sebrae. Diversas outras empresas também são citadas, conforme matéria de dezembro aqui do Canaltech demonstrou.

Falso Auxílio Empreendedor

Essa fraude é principalmente direcionado a Microempreendedor Individual (MEI). Usando sites com layout parecido com o do Sebrae, mas com endereços diferentes (como sebraemei.org), os fraudadores solicitam que os alvos realizem um cadastro para que recebam da empresa um Auxílio Empreendedor. Frisamos que o único auxílio parecido nos últimos anos é o Auxílio Brasil, programa do governo federal substituto do Bolsa Família.

Além disso, o Sebrae não paga nenhum tipo de auxílio financeiro aos MEI, e nem realiza ligações ou envia formulários para cadastros de dados pessoais.

Prêmio Sebrae falso

E-mails enviados para empreendendores prometendo um Prêmio Sebrae para a empresa em questão caso o boleto anexo seja pago são uma das fraudes mais antigas com o nome do Sebrar.

O Sebrae realmente tem premiações, mas nunca cobra qualquer tipo de pagamento para o resgate dos prêmios. Qualquer mensagem desse tipo, então, é uma tentativa de fraude, e deve ser ignorada.

Fonte: Sebrae



Fonte da Notícia