Solana (SOL) dispara 46% e renova máxima histórica com BTC a US$ 47.000

Solana (SOL) dispara 46% e renova máxima histórica com BTC a US$ 47.000

[ad_1]

A Solana (SOL) quebrou um novo recorde de preço nesta madrugada após uma disparada de cerca de 45% em 24 horas enquanto o Bitcoin (BTC) ainda lutava para se manter negociado a US$ 47.000.

Patrocinados
Patrocinados

O movimento de alta da SOL começou na manhã do último domingo (15), enquanto a XRP era a criptomoeda que chamava atenção no dia. O token da blockchain rival da Binance Smart Chain partiu de US$ 43,57 por volta das 5h de ontem e já passav de US$ 50 antes do fim do dia.

Na madrugada desta segunda-feira (16), a SOL tomou novo impulso e, pouco depois das 9h, alcançou o preço de US$ 63,68, em alta de 46% que supera significativamente o topo anterior de US$ 56,20 registrado em 19 de maio. Em 30 dias, o ativo valorizou 133,3%, segundo dados do Coingecko.

QUER RECEBER NOSSOS ARTIGOS PRIMEIRO?

* Campos Obrigatórios
Patrocinados
Patrocinados

O recorde faz a Solana entrar no top 10 mundial por valor de mercado e vem em meio a um bom momento vivido pela exchange FTX, que criou a blockchain Solana. Além disso, a alta ocorre pouco depois do anúncio da Breakpoint, primeira conferência anual da Solana que será realizada entre 7 e 10 de novembro e promete trazer várias novidades do ecossistema.

Demais altcoins

O dia abre mais uma vez com diversas altcoins em melhor situação que o Bitcoin e confirma a queda de dominância da criptomoeda.

O valor total do mercado de criptomoedas sobe 4% no dia para US$ 2,09 trilhões, nível mais alto registrado desde que caiu para US$ 2,12 trilhões em 19 de maio, durante o crash do mercado na época. O movimento também marca evolução constante da capitalização desde que atingiu o fundo local de US$ 1,23 trilhão em 21 de julho.

Além da SOL, destacam-se nesta manhã a Terra (LUNA), com alta de 27,7% para US$ 21,68, a Harmony (ONE), que avança 18,1% para US$ 0,114739 e a Fantom (FTM), com ganho de 17,7% que leva seu preço para US$ 0,390541. Além disso, THETA, COMP, DOGE, LINK e RUNE sobem dois dígitos, entre 10% e 15%.

Entre as piores está, mais uma vez, a SafeMoon (SAFEMOON), quase sai do top 100 hoje após uma perda de 16%. O recuo faz com que sua capitalização de mercado caia abaixo de US$ 1 bilhão e seu preço mergulhe para US$ 0,00000163, o menor em quatro meses. Outro destaque negativo vai para a XDC, que cai 11,4%, e XRP, que perde 3% após forte alta nos últimos dias.

Preço do Bitcoin

O Bitcoin fechou sua quarta vela semanal consecutiva de alta e agora está pairando acima do nível de US$ 46.600. A principal criptomoeda do mundo começou a semana movendo-se acima de US$ 48.000, mas desde então recuou ligeiramente para US$ 47.170, nível no qual é negociado nesta manhã.

Isso representa um ganho de 57% para o BTC desde que atingiu o mínimo local de US$ 29.700 em 21 de julho e chega agora a um preço 35% abaixo do seu maior fechamento diário de US$ 63.560.

Bitcoin se mantém acima de US$ 46.000 e pode ir em seguida para US$ 51.000.

O nível de US$ 51.000 provavelmente será o próximo grande obstáculo para o Bitcoin ultrapassar. A zona atuou anteriormente como suporte entre fevereiro e maio deste ano, antes que o preço finalmente desabasse em 15 de maio. Se for capaz de recuperar este nível, pode tentar testar a faixa mais alta entre US$ 57.000 e US$ 59.000.

Isenção de responsabilidade


Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.






[ad_2]

Fonte da Notícia